sábado, 15 de novembro de 2008

A Mesquita




Esta é a Mesquita de Aslan Pasha. Encontra-se na cidade de Ioánnina, na Grécia Ocidental perto da fronteira com a Albânia. A forte influência turca desta cidade deve-se ao Paxá Ali que a governou de 1788 a 1822 tornando-a numa das mais ricas da Grécia. O seu objectivo era tornar-se independente da Turquia formando um império da Albânia até ao sul da Grécia. Porém, o sultão da Turquia ao saber destes planos capturou o Paxá Ali e assassinou-o.
Nota: A 2ª foto não está boa em termos de luminosidade e contraste, mas decidi colocá-la na mesma porque achei bonita a perspectiva da mesquita vista do lago.


11 comentários:

Viajante disse...

As mesquitas da antiga Europa. Um tema interessante a explorar. Porque também as houve e continua a haver.

Abraço meu!

Gata Verde disse...

Muito bonita!
Estás a ver o nosso verdinho na cabo??

beijos

O Repórter Alentejano disse...

Mais um interessante apontamento de reportagem! (E depois o repórter sou eu LOL). Gosto em particular da primeira fotografia, à qual eu aplico a primeira parte do comentário que fiz às Pontes de Zagória referente à opção pelo monocromático. Destaco nesta fotografia a perfeita harmonia entre a verticalidade dos diversos elementos da composição e a consequente orientação “portrait”. Para mim nesta está tudo bom.
Na segunda, lá está... Usando a medição matricial estou mesmo a ver que a máquina mediu o céu e escureceu o resto, e daí a foto ter sido “puxada”, perdendo-se assim detalhe e informação de cor. O céu está estoirado, nada a fazer nestes casos, a não ser transformar a fotografia em “arte digital” e espetar lá com um céu de qualquer outra paisagem ou colorir artificialmente, só que depois é a tal história... Adeus fotografia! Mas ainda há uma hipótese de salvação: Embora desconheça o software que usas para tratar as fotos, já que colocadas aqui todas passam a ser “editadas pelo Picasa” (até as minhas, e nem sequer tenho esse programa no computador!), provavelmente terás hipótese de utilizar um qualquer que tenha endireitador de horizontes para corrigir os cerca de 2,4% de inclinação deste – isto sobre uma cópia não editada da foto original – bem como clareares paulatinamente as partes que ficaram demasiado escuras sem no entanto chegares ao nível do que está aqui. Até porque a foto está bem enquadrada, tem um inquietante mas agradável contraste entre a linhagem horizontal das águas calmas e a verticalidade dos restantes elementos. Mexe, sabes?
… E já agora tira lá o disquinho de modos dos modos básicos e aventura-te nos modos criativos. Vais ver que compensa!
Bom fim-de-semana!
O Repórter Alentejano.

j.fialho disse...

Cá está! Já fiquei a saber mais um pouco de História da Grécia.

Continue, Helena, a mostrar-nos esse belo país. Eu gosto de aprender ...

Pedro Barata disse...

Por falar em mesquitas e religião, o Sporting anda a prcisar de rezar...! ;)

Beijinhos e bom fds

the donG disse...

very beautiful. i love old structures with high towering forms. this one is similar to the one in istanbul.

Osvaldo disse...

Olá Helena:
E que bem fizes-te em publicar a segunda foto porque dá uma dimensão alargada da beleza do lugar...
Gostei também do extrato histórico sobre o tema o que sempre valoriza a foto.
bjs e bom domingo

Miguel Almeida disse...

Olá,
bom registo a P&B e muito obrigado pela partilha de informação é sempre muito interessante um pouco de história.

Modesto Viegas disse...

Atribuição a este blog do “Prémio foto”.
Parabéns!
(ver detalhes em “o outro recanto”)

William Alexander López disse...

Muy interesante el reportaje de la Mesquita, la primera fotografía es genial por el B/N, encuadre. La segunda aunque el cielo no favorece, la perspectiva de la Mesquita desde el lago es muy interesante.

Te dejo mis saludos y un fuerte abrazo.

Custódia C.C. disse...

De repente senti-me na ... Turquia :) Como adorei aquelas mesquitas ....